quinta-feira, fevereiro 09, 2006

...

E às vezes a gente precisa abrir as janelas e as portas, jogar o entulho fora, deixar de se lastimar e continuar tentando.
Uma vez algum me disse que, num primeiro momento, a tristeza do outro nos comove. Depois, enche o saco. Pois então. Nem eu estou me agüentando, o que dirá os outros. O que doer a gente empurra para o lado e continua andando. Ou acaba atropelada.

5 comentários:

anaïs disse...

Tem toda razão.
Vou me lembrar disso toda manhã, quando acordar me sentindo Gregor Samsa, porque uma barata consegue ser pior que um rato....
Toda razão, querida.

joceli disse...

nossa, acho que postei com nome errado, anais é meu alter ego..rss

Gioconda disse...

pior de tudo é que é isto mesmo. Infelizmente!

Fernanda disse...

"te aguentar" não é tão difícil assim, tá! é até bem gostoso..... :)

Bjinho

paulinho disse...

Suzana,

É prá frente que se anda, mesmo que seja dando topada. Dói, é claro, mas o que não dói nessa vida?

paulinho