quarta-feira, dezembro 27, 2006

Chiquerésima



Quando eu saio com amigos, eu me visto... bem, eu me visto como gente. À exceção de um amigo. Ele é muito meu amigo. Ele é rico. E ele é lindo. Mas ele tem um graaaaande defeito: é casado.

Sim, Deus sabe ser cruel às vezes. Retomando: quando eu saio com esse amigo (geralmente pra almoçar), eu sempre capricho no visual. Boto um vestido bonito, minhas lentes de contato, chego às vezes ao requinte de fazer as unhas. Não é porque ele sempre almoça (e paga, que ele é um cavalheiro e não tem dessa de dividir a despesa) em restaurantes muuuito bons. Mas como ele é de fazer cabeças se virarem, eu me sinto meio que em situação inferior.

E não venham com essa história de "Mas que bobagem". Quero ver quem nunca disse "Olha que gato (ou gata) mas a criatura que está com ele... Credo! O que será que ele (ou ela) viu naquilo?".

Pois então: como eu adoro esse meu amigo, eu vou beeeem caprichada, que é pra não fazer feio. Porque ele é lindo. Educadíssimo. Finésimo. Se veste muuuito bem. É canceriano (e não, ele não é gay. Ele só é a criação do imaginário coletivo feminino :o)

Sim, Deus sabe ser cruel às vezes.

3 comentários:

parla marieta disse...

Ai, ai, ai...eu ando tão sem vontade ultimamente, tenho me vestido de trapos (com exagêro e tudo) e nem cremes tenho passado. E nem tenho um amigo assim, pra me animar, pra me arribar, pra levantar meu astral ainda que forçado. Só penso em comida e queria que um amigo desses me levasse em lugares carésimos e pagasse tudo.
Você é uma graça. Beijo nas meninas!
uhú!

Cris disse...

tô precisando de um amigo desses, tumén... eu me arrumo sempre do mesmo jeito e sempre sobram dúvidas se está bom ou não. o que eu precisava de verdade é de um personal stylist... hehe. bjs

canelinhaaa disse...

ahahahahha

eu, ultimamente, ando me desleixando bastante. sinto que tenho engordado, mas não tenho coragem de subir na balança. acho que vou deixar isso pro dia 1 de janeiro e vou ver se começo 2007 com o pé direito!

beijosssssss