terça-feira, abril 28, 2009

Declarei

O ano de 2008 passou pago pelo meu FGTS (finalmente retirado) e a ajuda dos meus pais, plus o que eu ganhei das editoras. Que, aliás, foi tão pouco que o IR recolhido na fonte foi de R$ 185. A Receita Federal, vendo a periclitância, bondosamente vai me restituir R$ 114.

Tô mais feliz que pinto no lixo.

Um comentário:

Deh disse...

Suzana, a gente fica feliz com pouco, né? Eu vou ter 200 reaus de restituição e bato palminhas felizes quando penso nisso.
Mas a vantagem é que IR de pobre é simplesinho de fazer. Vapt-vupt.