sábado, setembro 20, 2008

Bonito, uai

"Suas instalações rechaçam a convenção da obra de arte como objeto transportável de existência virtualmente infinita. A recusa em conformar coisas móveis e perenes, levada a um limite, gera configurações com fisicalidade suficiente para alcançar intenções e desejos. Se evitam objetalidades ostensivas, também não almejam o imaterial; desviam-se de carências e transbordamentos. Pouco ou muito, dependem das exigências intrínsecas a cada intervenção."

Jogue o dicionário no chão. Escolha a sétima palavra da página à esquerda, contando de baixo para cima. Repita isso uma centena de vezes. Então: é crítica de arte.

Um comentário:

Fernanda disse...

Credo..... :^o