segunda-feira, junho 12, 2006

Justiça divina

Para essa querida amiga que anda padecendo de um (imerecido) castigo:

O pai das meninas é vascaíno - assim como a família toda dele. Eu sempre sofri as piores humilhações (de boca fechada, em respeito aos avós dele) por ser flamenguista. Hoje, eu a-do-ro quando as meninas cantam o hino do Vasco, aos berros, pra todo mundo ouvir:

"Vamos todos cantar de coração
A cruz do mal é o meu peidão..."

Um comentário:

Cris disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKK!!! adorei! é isso aí, zé colméia e catatau na veia...