domingo, maio 12, 2013

Ponto de vista

Quando a gente menos espera, o "já" virou "ainda". Como pode? É assim de repente, sem aviso, sem ninguém anunciando senhoras e senhores, a partir deste momento da sua vida, onde se lê "já" leia-se "ainda". Pedimos desculpas pelo incômodo e desejamos a todos uma boa viagem.

"Já senta, já anda, já come sozinha, já sei me vestir sozinha, já sei ler e escrever, já vou ao cinema com meus amigos, já volto sozinha da escola, já moro sozinha". Aí uns anos de recreio e você começa com "ainda consigo ler sem óculos, ainda vejo dessa série, ainda caibo em algumas roupas de solteira, ainda não preciso pintar o cabelo, ainda posso comer gordura, ainda não preciso ir ao médico, ainda uso isso, ainda me lembro."

A gente deixa de ser "já" pra ser "ainda".
A gente ainda.

4 comentários:

Helga disse...

Eu JÁ estou na fase do AINDA e não gosto nadica de nada dela.
Beijão

Tina Lopes disse...

A Helga fez meu comentário.

solange disse...

Putz, não tinha me dado conta de como tenho falado (e me orgulhado) dos 'ainda' :(

Day disse...

como eu gosto de te ler, suzana...