quarta-feira, maio 05, 2010

O inferno é o limite

- Alô.
- Por favor, a Suzana?
- É ela.
- Ahn... Aqui é a Fulana, mãe da Sicraninha e do Beltraninho. Tudo bem? Seguinte: amanhã tem o almoço do Dia das Mães lá na escola, né? Sabe o que é? Eu marquei hora com uma mulher que é ma-ra-vi-lho-sa pra fazer a tinta - dizem que é ela que faz aquele louro da Global da Hora, sabe quem é? Daquela novela? Aí que ela só vai me atender na hora do almoço e será que não dá pra você não ir no almoço da escola? Porque aí a Sicraninha não vai chorar porque eu não vou - se você, que sempre vai, não for, aí ela vai fazer companhia pra [...] e aí elas ficam juntas no almoço, né? Já liguei para a mãe do X, da Y e do Z mas não consegui falar com elas. Então, você pode não ir ao almoço do Dia das Mães?"


Juro.

9 comentários:

Deh disse...

Assusta não, esse "bonc!" foi do meu queixo caindo. Gente de novela, caricata, absurda, achei que isso fosse coisa saída de bestiário.

Nina Vieira disse...

Isso porque as crianças sao o futuro do nosso país... Claro, com as mães que costumam ter, não é à toa que a minha fala que esta geração é a do individualismo.
Toda razão.

Eleonora disse...

Juro que às vezes penso que algumas mulheres deveriam nascer sem útero... mas enfim, o que foi que você respondeu?

bjs

Umrae disse...

Medo... Medo...
E não que eu seja a favor de paparicagens absurdas. Acho que, às vezes, as crianças tem que ser compreensivas com os adultos, e acho também que de vez em quando ele têm direito a um tempinho para si, mas isso já é avacalhação.

Rita disse...

Aff... Pelamordedeus! E o que vc falou?

Rita disse...

no rabicó não vai nada não, né?

cris disse...

hahahahahahahaha!

anna v. disse...

Deusdocéu, e eu que achei que já tinha visto de tudo no quesito mães loucas de escola. Tsk. Sou uma principiante, já estou vendo.

Ciça disse...

INACREDITÁVEL.