terça-feira, outubro 20, 2009

Hoje

Tem dia que você quer desistir. Mas tem dia que você levanta e diz que esse é um novo dia.

Tem dia que você quer dormir abraçadinho com suas filhas. Comer queijo o dia inteirinho. Enfiar banana na lata de Nescau e acabar com o cacho inteiro. Mandar alguém rasgar os pneus e arranhar com chave o carro do seu ex por ele fazer sua caçula chorar até dormir, soluçando.

Tem dia em que você quer ficar o dia inteirinho vendo televisão. Ou pintar os quartos de verde ou lavanda (se você tivesse dinheiro). Quer dizer na cara daquela velha muito velha que é falta de higiene cuspir na rua. Que você quer os R$ 0,02 de troco que o caixa das Lojas Americanas se recusa a te dar.

Tem dia que você não quer encontrar ninguém (e, obviamente, dá de cara com algum ex-colega de redação). Tem dia que você quer ligar para a Cristiane, para a Dita ou para a Deh, mas não sabe o telefone e, se sabe, não sabe o que dizer.

Tem dia em que você quer passar a tesoura no cabelo. Que você quer dizer que se dane, não gosto de Hélio Oiticica. E estou me lixando que pegou fogo na casa que era dele. E que os artistas que lamentam "a perda de obra tão significativa para o panorama histórico cultural brasileiro" deveriam ter pensado nisso antes de deixar o acervo encostado numa casa caindo aos pedaços (porque eu frequentei aquela casa por anos).

Tem dia que você quer enfiar o dedo na cara daquela mãe e dizer que, se a filhinha dela diz que é classe alta e tem nojo das roupas da minha filha, que ela mude a preciosa de escola pra ficar beeem longe da gentalha, mas magoar minha filhota ela não vai mais, não - ou eu sento a mão na guria.

Tem dia que, sabe?
Pois é. Tem dias assim.

5 comentários:

Deh disse...

Menina do céu. Meu dia desses foi ontem. Mil coisas. E hoje eu tô aqui de coração apertado e olhos marejados porque meu menininho foi viajar sem mim pra longe. E eu, ao invés de curtir a "liberdade", fico aflita. E se curto fico culpada.
Beijo. Precisando, e se eu puder ajudar, me emeia, grita, tuita.

Daniela disse...

É, eu sei. Tem dias que viver é um fardo. Mas que bom que esses dias passam né? Porque senão, que seria de nós...

Beijos e força na peruca!

Adrina disse...

Pensei a mesma coisa sobre o incêndio do Hélio Oiticica mas acho que você foi a primeira a ter coragem de dizer que não estava nem aí para isso. Da mesma forma, eu disse que não estava nem aí se o RB ganhou a Fórmula 1 ou não, ele tá com a pança cheia de grana ganhando ou perdendo, e eu com dois bancos no vermelho. Tem dia que... vou te contar, hein?

cris disse...

cara, me liga mesmo que não tenha nada pra dizer, já te falei. eu também não to muito boa, nessas horas a gente precisa se ajudar... bjs!

Cristine Martin disse...

Caramba, que dia! Ainda bem que tudo passa, tanto os dias bons quanto os dias do cão.

Beijo, e força na subida!